Quarta, 22 Março 2017 11:02

Alepo está esperando por você

"Alepo está esperando por você" é o título dado ao chamado que estamos lançando ao nosso povo que saiu do país por causa dessa guerra que espalhou o terror e a miséria na Síria. É com base nesse título que estamos trabalhando nos últimos meses no projeto «Retorna» e, com os aparentes sinais de pacificação, esperamos que também nos próximos.

Publicado em Projetos
Quinta, 09 Março 2017 13:56

Projeto 'Gota de leite'

Após a liberação do leste de Alepo, há um início de paz na cidade e as pessoas já estão voltando para casa. A destruição e o impacto da infraestrutura é enorme e as necessidades imensas: falta alimento, combustível para aquecer as casas... A ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre, que tem auxiliado os cristãos na Síria desde o início da guerra, recebeu um pedido de projeto urgente em Alepo: as crianças precisam de leite.

Publicado em Projetos
Segunda, 06 Março 2017 16:31

Mais vocações exige mais espaço

As Carmelitas em Tambacan têm uma ótima razão para se alegrarem, pois o seu convento, dedicado ao Imaculado Coração de Maria, tem sido abençoado com novas vocações. Das 33 religiosas ali presentes, 21 são jovens irmãs ainda em formação. E outras três jovens aguardam vaga para entrarem no convento. Por um lado, é um grande presente e graça, por outro, um desafio, pois o convento tem se tornado pequeno para tanta gente. Elas enfrentam agora um dilema: de acordo com a Regra da Ordem Carmelita, cada irmã deve ter sua própria cela. Todavia, estabelecer um novo convento, em um outro lugar, com apenas algumas das irmãs, não seria a melhor opção, além de muito caro para elas. Ao mesmo tempo, mandar embora potenciais vocações seria a pior coisa a se fazer.

Publicado em Projetos
Sexta, 03 Março 2017 08:41

África




ÁFRICA


UM CONTINENTE DE FÉ, DIFICULDADES E ESPERANÇA























OS LÍDERES RADICAIS QUE SÃO PATROCINADOS PELO EXTERIOR ESTÃO ENSINANDO UM ISLÃ ADULTERADO, EXTREMO NA SUA INTERPRETAÇÃO, GERANDO INTOLERÂNCIA, PERSEGUIÇÃO E TERROR.






Desde 2014, ataques violentos islâmicos já ocorreram em 17 nações africanas Na Nigéria, cerca de 2,5 milhões de pessoas tiveram que fugir da violência do Boko Haram Em Janeiro de 2015, 80% das igrejas do Níger foram atacadas ou queimadas Na Argélia, a evangelização cristã pode ser punida com 5 anos de prisão

Desde 2014, ataques violentos islâmicos já ocorreram em 17 nações africanas



Na Nigéria, cerca de 2,5 milhões de pessoas tiveram que fugir da violência do Boko Haram



Em Janeiro de 2015, 80% das igrejas do Níger foram atacadas ou queimadas



Na Argélia, a evangelização cristã pode ser punida com 5 anos de prisão







QUER SABER COMO É QUE A SUA DOAÇÃO ESTÁ AJUDANDO A ÁFRICA?






BISPO OLIVER DASHE DOEME DE MAIDUGURI, NORDESTE DA NIGÉRIA

“A ACN nos manteve vivos e com esperança; continuamos gratos a todos os nossos benfeitores. Tenham a certeza das nossas orações.”
PADRE AURELIO GAZZERA OCD, MISSIONÁRIO NA REPÚBLICA CENTRO AFRICANA

“Como padre e missionário, o que posso fazer nesta situação? O que pode fazer a Igreja? Nós podemos fazer muito, muito mesmo! Mais do que nunca é preciso reconstruir os corações e a consciência do povo.”

BISPO OLIVER DASHE DOEME DE MAIDUGURI, NORDESTE DA NIGÉRIA

“A ACN nos manteve vivos e com esperança; continuamos gratos a todos os nossos benfeitores. Tenham a certeza das nossas orações.”




PADRE AURELIO GAZZERA OCD, MISSIONÁRIO NA REPÚBLICA CENTRO AFRICANA

“Como padre e missionário, o que posso fazer nesta situação? O que pode fazer a Igreja? Nós podemos fazer muito, muito mesmo! Mais do que nunca é preciso reconstruir os corações e a consciência do povo.”








A AJUDA DA ACN NA ÁFRICA EM 2016








48
PAÍSES APOIADOS


1.805
PROJETOS APOIADOS


4.639
SEMINARISTAS APOIADOS


4.591
RELIGIOSAS APOIADAS


19.602
PADRES APOIADOS


394
CONSTRUÇÕES RELIGIOSAS



48
PAÍSES APOIADOS



1.805
PROJETOS APOIADOS



4.639
SEMINARISTAS APOIADOS



4.591
RELIGIOSAS APOIADAS



19.602
PADRES APOIADOS



394
CONSTRUÇÕES RELIGIOSAS

Publicado em ACN
Quarta, 01 Março 2017 17:41

Uma nova capela para Cuba

A região paroquial de Tamarindo, em Cuba, atende a 3.700 fiéis, estes, em sua maioria, são paroquianos realmente comprometidos. Todavia, até pouco tempo atrás, a vida da paróquia se desenvolvia a partir das casas dos próprios fiéis, desde que a antiga capela – a única disponível para a comunidade – chegou a um estado deplorável e foi, finalmente, demolida. Era preciso a construção de uma nova igreja, mas infelizmente a Diocese de Ciego de Avila, à qual a paróquia pertence, não tem recursos para isso. É, na verdade, um grande desafio manter as igrejas e capelas existentes, de modo que a ideia de uma nova igreja, ainda que modesta, parecia ser um sonho utópico. Assim como o país, a Igreja em Cuba é pobre, e também as pessoas. As ofertas dos fiéis, embora repletas de amor, não são suficientes para arcar com tais empreitadas.

Publicado em Projetos

Para muitos essa é uma combinação nada convencional, mas para um grupo de jovens cariocas, o Carnaval é mais uma oportunidade de falar de Jesus de uma maneira alegre, criativa e inovadora.

Publicado em Projetos
Quinta, 16 Fevereiro 2017 12:46

Ir aonde não há padre

“Tupãsy! Tupâsy? A mãe de Jesus está chegando!” Essas foram as palavras ditas em Guarani para recepcionar as Missionárias de Jesus Verbo e Vítima. O povo das aldeias remotas do departamento de Canindeyú do Paraguai, fronteira com os estados brasileiros do Mato Grosso do Sul e Paraná, nunca tinham visto freiras usando véus antes.

Publicado em Projetos
Quinta, 09 Fevereiro 2017 12:29

A ACN na África

“É noite na África. E, no meio desta noite, eu viajo de Roma a Kinshasa. A viagem leva 6 horas”. O comentário está datado em abril de 1965 e registrado no livro “Onde Deus Chora” (Where God Weeps). Seu autor é padre Werenfried van Straaten, fundador da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre). As linhas que abrem essa reportagem percorrem os momentos prévios da sua chegada na capital da República Democrática do Congo. Aquela primeira presença no continente se limitou a nove dias durante os quais, além de Kinshasa, conheceu Kivu, Isiro e Kisangani. Durante seu regresso, descreveu os passos dados naquele itinerário como “as estações da Via Sacra”. Depois daquele primeiro trajeto, ocorreram mais cinco viagens, de setembro de 1968 até os finais da década de 80, nas quais o também chamado de Padre Toucinho conheceu as misérias do continente e a pobreza da Igreja. Mas também já visualizava o trabalho que a Igreja deveria realizar na África e o apoio que a ACN poderia oferecer naquele caminho.

Publicado em Notícias
Sexta, 27 Janeiro 2017 12:54

Graças sem nomes e sem rostos

Fomos muitíssimo abençoadas com graças extraordinárias. Muitas dessas graças têm nomes e rostos; outras nos são enviadas de maneira quase imperceptível”.

Publicado em Projetos
Sexta, 20 Janeiro 2017 09:26

Sobrevivendo no inverno da Ucrânia

O inverno pode ser uma amarga experiência na Ucrânia, principalmente quando o preço da energia elétrica sobe constantemente e o gás e óleo combustível ficam cada vez mais difícil de sustentar. Tanto energia elétrica, quanto gás e óleo, servem sobretudo para o sistema de aquecimento, muito necessário nessa região. Os altos preços destes recursos atingem particularmente as comunidades religiosas, que vivem na pobreza.

Publicado em Projetos
Página 1 de 32