XIII ESTAÇÃO JESUS É DESCIDO DA CRUZ

SOMÁLIA


A pequena comunidade cristã deste país tem sofrido muito ao longo dos últimos vinte e oito anos: do assassinato de seu Bispo, do martírio de muitos dos seus filhos e filhas até a destruição de suas instituições e igrejas. Eles foram crucificados com Jesus na cruz da intolerância religiosa e da guerra civil. Esta comunidade simboliza o que aconteceu com o povo somali durante esses mesmos anos: guerra civil, conflitos armados, o deslocamento interno de populações que foram forçadas a se refugiar nos países vizinhos, a seca, a fome e a morte de centenas de milhares de pessoas. Este é um povo bastante crucificado. Há pessoas e organizações de boa vontade que estão tentando tirar os pobres, os doentes, os marginalizados e os poucos cristãos da cruz: ainda há sinais de esperança. Mas na Somália e, de fato, em todo o mundo, ainda são necessárias muitas mãos solidárias. Devemos manter viva a chama da esperança e da ressurreição, apesar da escuridão que nos rodeia. ORAÇÃO: Oh Senhor, o seu amor é mais poderoso do que a morte. Ao terceiro dia ressuscitou da sepultura em que os homens o colocaram. Você nos salvou através de sua morte e ressurreição. Ajudai-nos a manter a fé, a esperança e o amor para além das nossas limitações e fraquezas humanas. Por tua graça, Senhor Jesus Cristo, que o sofrimento do povo somali, juntamente com o seu sacrifício, comecem uma nova vida para dar a este país um espírito de reconciliação, perdão e respeito por todos, e também num espírito de partilha e de paz. Nós vos pedimos isto, oh Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador, que vive com o Pai e o Espírito Santo, para todo o sempre. Amém. Pai nosso… Ave Maria… Glória…

Dom Giorgio Bertin